sábado, novembro 24

quinta-feira, outubro 25

-inconstância:
-infinito e além...

Traina-Norell 1957 photo by Karen Radkai
{ Pronta para mais um dia com a galera.Quem sabe no meio do dia o Senhor Rodo me convide para uma dança.Quem sabe...Não quero criar expectativas, quero criar poesia}

terça-feira, abril 24

Walking On Air

Publicado em 20/04/2012 POR 
Este vídeo apresenta uma série de seqüências de tempo lapso fotografados pela tripulação da Expedição 30 a bordo da Estação Espacial Internacional.Definir a música "Walking in the Air", de Howard Blake, o vídeo leva os telespectadores ao redor do mundo, através de auroras, e sobre as telas de raios deslumbrantes. As seqüências são as seguintes: : 01 - Estrelas mais sul dos Estados Unidos : 08 - EUA costa oeste do Canadá : 21 - Central da Europa para o Oriente Médio : 36 - Aurora Australis sobre o Oceano Índico : 54 - Tempestades mais África 01:08 - Central dos Estados Unidos 01:20 - Meio-Oeste dos Estados Unidos 01:33 - Reino Unido para Mar Báltico 01:46 - Moonset 01:55 - Norte dos Estados Unidos a leste do Canadá 02:12 - Aurora Australis sobre o Oceano Índico 02:32 - Cometa Lovejoy 2:53 - Aurora Borealis sobre Hudson Bay 03:06 - Reino Unido para a Europa Central Letras de Músicas: Nós estamos caminhando no ar Nós estamos flutuando no céu enluarado As pessoas lá embaixo estão dormindo enquanto nós voamos Eu estou segurando muito apertado Eu estou montando no azul da meia-noiteEu estou achando que posso voar tão alto com você Longe de todo o mundoAs vilas passam sonhos como os rios e as colinas As florestas e os riosCrianças olhar de boca aberta Pego de surpresa Ninguém lá embaixo acredita que seus olhos Estamos surffing no ar Nós estamos nadando no céu congelado Nós estamos à deriva ao longo gelada montanha flutuando repente mergulhando baixo em um oceano profundo Despertar de um monstro poderoso do seu sono Nós estamos caminhando no ar Nós estamos flutuando no céu da meia-noite E todos que nos vê nos recebe como nós voamos Este vídeo também pode ser visto no site da NASA: http://www.nasa .gov / multimedia / videogallery / index.html media_id? = 141042671

quarta-feira, abril 18

quinta-feira, abril 5

Antes assim


Viver é água
Vida é pedra dura, até que a última  gota respingue em outras vidas
Suor, lágrimas e um drinque
afinal morrer





não é para qualquer um


(re-vista)



































*Gif Internet

quarta-feira, abril 4

Sobre pele e leões


Tudo que se pode dizer:
- Que se exploda
O que não era verdade
Quase murmurei - estou soltada de tudo até do tempo frio
Não há matança de leões-Ouvi dizer que caminham pelas savanas e a gente se acostuma a
vê-los .Disseram-me que os restos de nós vestem peles em estranhos mundinhos
Sem confissões - a não ser por ocasionais alvoroços de algumas tatuagens que desentendem
Não serem a própria pele dona em seu destino,

segunda-feira, abril 2

Só porque abril



Reparo
Ontem do que escorria dos lábios- pequenas histórias riso solto me tomava
Direcionava para algo em um amanhã
Nunca soube disso como se deve saber
*Imagem Internet
Talvez estivesse aí o ontem e o amanhã, cujo nome de esperança
Infantilizada dei
Não repare  você nesta desordem amadurecida   
Ah e como o tempo nos invade  com sua tolerância
E nos dá  liberdade de pensamento
Então amanhã esperançarei
Em tão ontem que tomei

sexta-feira, março 2


Nem todo dia é amora


                   Aos homo sapiens de minha vida

Vivaz a neblina                                  
E as folhas da terra
O fascínio da gazela
Que tarde! Que dia bom!
Longo e logo
Os mistérios que nos guia
E te falo do lenço que sobreviveu
a simples tira de tecido,
e te falo das escolhas que não escolhemos dentro das taças embebidas de mel
Lembre-se do lenço sobre teus cabelos que eu me lembrarei de ser feliz.
Toma tua tira de tecido tal qual eu bebo das escolhas que não escolhemos.
 Uma taça de cada vez
E, te escrevo - se conselho fosse bom seria este
Que eu me daria.

quinta-feira, fevereiro 23

Quem vem lá?


Nuvens, soldados, irreverentes amores
Ilusões  no conjugado do vento
Amassemos, um tempo aos x’s das questões
Soubesse eu em minha noite vermelha o quanto nevaria
Sempre soube dos fios brancos em ausência de cores, e ainda assim
grudou e inflou  o sol em parênteses
Como é possível saber-te e não saber-me?
Se soubesse nevaria mais no meio dos meus dedos, além do tempo do inverno ,sob este mesmo sol entre parênteses
Quem vem lá já veio nessa noite vermelha dentro do meu peito
Image and video hosting by TinyPic Ciranda da Bailarina Composição: Chico Buarque / Edu Lobo
Procurando bem Todo mundo tem pereba Marca de bexiga ou vacina E tem piriri, tem lombriga, tem ameba Só a bailarina que não tem E não tem coceira Verruga nem frieira Nem falta de maneira ela não tem Futucando bem Todo mundo tem piolho Ou tem cheiro de creolina Todo mundo tem um irmão meio zarolho Só a bailarina que não tem Nem unha encardida Nem dente com comida Nem casca de ferida ela não tem Não livra ninguém Todo mundo tem remela Quando acorda às seis da matina Teve escarlatina ou tem febre amarela Só a bailarina que não tem Medo de subir, gente Medo de cair, gente Medo de vertigem Quem não tem Confessando bem Todo mundo faz pecado Logo assim que a missa termina Todo mundo tem um primeiro namorado Só a bailarina que não tem Sujo atrás da orelha Bigode de groselha Calcinha um pouco velha Ela não tem O padre também Pode até ficar vermelho Se o vento levanta a batina Reparando bem, todo mundo tem pentelho Só a bailarina que não tem Sala sem mobília Goteira na vasilha Problema na família Quem não tem? Procurando bem... Todo mundo tem...
"Mas em seus sonhos, quaisquer que eles sejam, Sonhe um pequeno sonho comigo."

license

Licença Creative Commons
Image and video hosting by TinyPic *GIF internet

Ernesto Sabato

"Estamos próximos mas estamos há uma distância incomensurável, estamos próximos mas estamos sós"
"Amor, e o que é o sofrer
Para mim que estou
Jurado pra morrer de amor"
Djavan

"No meio do caminho No meio do caminho tinha uma pedra tinha uma pedra no meio do caminho tinha uma pedra no meio do caminho tinha uma pedra. Nunca me esquecerei desse acontecimento na vida de minhas retinas tão fatigadas. Nunca me esquecerei que no meio do caminho tinha uma pedra tinha uma pedra no meio do caminho no meio do caminho tinha uma pedra" Carlos Drummond de Andrade

" No mais, mesmo, da mesmice, sempre vem a novidade. "{Guimarães Rosa}

Pablo Neruda

Se há uma pedra destroçada
dela faço parte:
estive na ventania,
na onda,
no incêndio terrestre.

Respeita essa pedra perdida.

Se encontras num caminho
um menino
roubando maçãs
e um velho surdo
com um acordeon,
recorda que eu sou
o menino, as maçãs e o ancião.
Não me magoes perseguindo o menino,
não batas no velho vagabundo,
não atires ao rio as maçãs.


Mahatma Gandhi

"Você nunca sabe que resultados virão da sua ação. Mas se você não fizer nada, não existirão resultados."


Arnold Edinborough





A curiosidade é a base da educação e se você me disser que a curiosidade matou o gato, digo apenas que o gato morreu nobremente.


Jean-Paul Sartre

Jean-Paul Sartre
” Como todos os sonhadores confundi o desencanto com a verdade. “
"O que aprendi, já não sei. O pouco que ainda sei, adivinhei-o."
Sébastien-Roch Nicolas de Chamfort

José Saramago

Nada é para sempre, dizemos, mas há momentos que parecem ficar suspensos, pairando sobre o fluir inexorável do tempo."


"Pessoas, muito mais que coisas, devem ser restauradas, revividas, resgatadas e redimidas: jamais jogue alguém fora"Audrey Hepburn.

João Manoel Lourenço Pereira

João Manoel Lourenço Pereira
Poeta _ DA MONTANHA

ZULEIDE ZHU VALENTE

ZULEIDE ZHU VALENTE
POETISA_DAS COISAS MUITO MAIS QUE POUCAS